Saúde

Métodos de prevenção: Coronavírus

Por 18 de março de 2020 Nenhum comentário

Sem tratamento específico, o coronavírus deve ser combatido com medidas de prevenção. Lavar as mãos e evitar aglomerações, reduzem o contágio da doença. Sem a adoção das recomendações, o número de casos do coronavírus podem dobrar a cada três dias, previna-se.

Neste momento de pandemia do novo coronavírus, é muito importante que você siga as orientações do Ministério da Saúde e dos governos estaduais e municipais.

No caso de um novo cenário, em que a transmissão estiver alta, a mudança de comportamento e rotina será imprescindível no enfrentamento do coronavírus. Nesse sentido, adotar horários alternativos para evitar aglomeração de pessoas é uma das recomendações.

O plano deve incluir também a compra de suprimentos caso a pessoa fique doente ou cuidando de alguém da família enfermo. Com isso, não haverá necessidade de sair de casa até a pronta recuperação. Esse procedimento deve ser feito de maneira racional, evitando compra exagerada e desnecessária.

Para idosos, doentes crônicos e pessoas com outras condições especiais, como tratamento de câncer, transplantados, doente renais, a recomendação é conversar com o médico para que as receitas de medicamentos sejam renovadas e, se possível, dadas por um tempo maior. A medida é para evitar a necessidade de ir à farmácia do posto de saúde ou do bairro no período de maior circulação de vírus respiratórios.

Medidas de higiene pessoal ajudam a se prevenir do coronavírus?

O vírus é transmitido por gotículas de saliva e catarro que se espalham pelo ambiente.

Por isso, a principal forma de prevenção é lavar as mãos com água e sabão frequentemente, em especial após tossir, espirrar, ir ao banheiro e mexer com animais.

Ao adotar essa estratégia, evita-se que o vírus acesse seu organismo após você colocar as mãos em uma superfície contaminada. A mesma medida, aliás, vale para afastar o risco de gripe e outras tantas infecções.

Porém, há outros modos de prevenção que devem ser adotados, veja:

  • Lavar as mãos principalmente antes de comer, após tossir ou espirrar.
  • Caso não tiver água e sabão, use desinfetante para as mãos a base de álcool.
  • Evite tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas.
  • Use lenço descartável para higiene nasal.
  • Cubra o nariz e boca ao espirrar ou tossir com a parte interna do cotovelo (nunca as mãos).
  • Não compartilhe objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos ou garrafas.
  • Mantenha os ambientes bem ventilados.
  • Limpe e desinfete objetos e superfícies tocados com frequência, como celulares.
  • Evite contato com pessoas que apresentem sinais da doença.
  • Evite sair de casa.
  • Evite locais de muita aglomeração.
  • Pessoas doentes devem permanecer em casa e, caso a doença se agrave, procurar a unidade básica de saúde.
  • Grupos vulneráveis , como idosos, crianças, gestantes, pessoas com doenças crônicas ou com imunodeficiência, devem ficar mais atentos às manifestações clínicas.
  • Profissionais de saúde devem utilizar medidas de precaução padrão, de contato e de gotículas (máscara cirúrgica, luvas, avental não estéril e óculos de proteção).
  • Evite cumprimentar com beijos no rosto, apertando as mãos ou abraçando.

O Ministério da Saúde, o Centro de Controle de Doenças dos Estados Unidos (CDC) e a Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI), recomendam que viagens para a China e outros países sejam realizadas somente em situações de extrema necessidade.

Se for impossível adiar uma ida à outro país, siga as medidas de higiene pessoal e evite grandes aglomerações. Também prefira alimentos cozidos e não compartilhe talheres.

Outro conselho é manter a caderneta de vacinação em dia, mesmo que não haja imunizante para o novo problema. Isso porque, em conjunto com o coronavírus, outros vírus e bactérias causariam estragos adicionais.

Seguindo essas orientações, você cuida de quem está ao seu redor e de si mesmo. Consciência é a chave! Se você estiver doente e tiver motivos para acreditar que pode ser o coronavírus, informe um médico e procure tratamento.

Comente!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.