Saúde

O que fazer em caso de sangramento nasal?

Por 11 de dezembro de 2019 Nenhum comentário

Um sangramento nasal pode ocorrer a qualquer momento. Portanto, veja como contornar essa situação com soluções bem simples!

 

O QUE É O SANGRAMENTO NASAL?

O sangramento nasal, também conhecido por epistaxe, é um problema relativamente comum durantes os períodos de baixa umidade. Isso ocorre porque na região do nariz, a mucosa é bastante vascularizada, úmida e fria. Em um clima seco, a parede dos vasos sanguíneos perde água, deixando-os frágeis. Dessa forma, qualquer trauma causado por um espirro, pelo ato de coçar, dentre outros, pode causar uma lesão que gera o sangramento.

Existem dois tipos de sangramento no nariz, a depender do local de onde vem o sangramento.

1. Sangramentos nasais anteriores:

Representam a maioria de todas as hemorragias nasais. O sangramento vem geralmente de um vaso sanguíneo na parte dianteira do nariz, que é o pedaço mais maleável.

Entretanto, as hemorragias nasais anteriores são geralmente fáceis de controlar.

2. Sangramentos nasais posteriores:

São muito menos comuns do que as hemorragias nasais anteriores. Eles tendem a ocorrer mais frequentemente em pessoas idosas. O sangramento vem geralmente de uma artéria na parte de trás do nariz, mais fixa e dura.

Estas hemorragias nasais são mais complicadas e, geralmente, necessitam de internação para o hospital e gestão por um otorrinolaringologista.

QUAIS SÃO AS CAUSAS?

O seu nariz contém muitos vasos sanguíneos minúsculos. Eles se encontram perto da superfície e são facilmente danificados. Lembrando que, as duas causas mais comuns de hemorragias nasais são:

  • Ar seco, que seca as membranas nasais e as deixam mais suscetíveis a infecções e hemorragias.
  • Cutucar o nariz com o dedo.
  • Sinusite aguda ou crônica
  • Alergias
  • Uso de anticoagulantes
  • Exposição a irritantes químicos, como amônia
  • Uso de cocaína
  • Resfriado comum
  • Desvio de septo
  • Spray nasal
  • Rinite não alérgica

Causas menos comuns de hemorragias nasais incluem:

  • Ingestão de álcool
  • Hemofilia
  • Telangiectasia hemorrágica hereditária
  • Púrpura trombocitopênica idiopática (PTI)
  • Leucemia
  • Pólipos nasais
  • Cirurgias nasais
  • Tumor nasal
  • Sarcoidose.

QUAIS MEDIDAS DEVO TOMAR EM CASO DE SANGRAMENTO NASAL?

  • Sente-se ereto e incline-se para a frente, para aliviar a pressão dos vasos sanguíneos em seu nariz e reduzir o sangramento.
  • Com o polegar e o indicador, pressione firmemente as narinas e as mantenha fechadas por 5 a 10 minutos.
  • Quando o sangramento estiver controlado, não futuque ou assoe o nariz, e, nas horas seguintes, não se abaixe. Mantenha a cabeça acima da altura do coração a fim de evitar novo sangramento.
  • Se você recomeçar a sangrar, assoe o nariz com força. Isso limpará o nariz dos coágulos de sangue. Depois, coloque um spray nasal que contenha oximetazolina. Em seguida, aperte novamente o nariz (como indicado acima) e procure o médico.

Mas, atenção! Jamais use spray nasal com oximetazolina por mais de três dias.

SANGRAMENTOS NASAIS SÃO MAIS COMUNS EM CRIANÇAS E ADOLESCENTES? 

As crianças e os adolescentes são mais susceptíveis a sangramentos nasais porque nessa fase da vida a parte interna do nariz apresenta uma concentração maior de vasos sanguíneos, quando comparada à fase adulta e à terceira idade.

Outros grupos que também correm um risco maior de terem sangramentos nasais frequentemente são:

  • Pessoas que fazem uso de medicamentos que interferem na coagulação sanguínea, como aspirina e ácido acetilsalicílico (AAS).
  • Pessoas com doenças que podem ter sangramento nasal como um dos sintomas, como hemofilia, leucemia, linfomas, insuficiência hepática e insuficiência renal.
  • Usuários de cocaína ou crack, pois a droga pode machucar as vias aéreas.

COMO PREVENIR?

Evite qualquer irritação do nariz, bem como assuá-lo. Tente não espirrar ou tossir, se possível. Evite atividades extenuantes, como levantamento de peso ou exercício.

Se possível, tente não tomar quaisquer medicamentos que possam interferir com a coagulação sanguínea normal. Se você tomar esses medicamentos para uma doença crônica, consulte o seu médico sobre o que fazer.

A prevenção começa com pequenos cuidados, como: não assoar o nariz com muita força, evitar colocar o dedo, ter cuidado para não lesioná-lo em algum acidente ou esporte, e utilizar umidificador em dias muito secos.

Se o sangramento nasal for algo constante, procure um otorrinolaringologista. Pois dependendo do caso, pode ser necessária uma cauterização química ou térmica dos vasos sanguíneos.

 

Comente!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.