Criado para tratar o diabetes, o Ozempic é um medicamento que virou febre em redes sociais como o Tik Tok e Instagram, e ganhou destaque nos últimos anos por ser um fármaco que promove a perda de peso.

O remédio injetável, que é destinado ao tratamento de diabetes do tipo 2, vem sendo usado de forma irresponsável e sem prescrição médica para impulsionar a perda de peso, banalizando, assim, o uso da fórmula e colocando a saúde em risco.

Ozempic: Médicos falam sobre indicações e riscos do remédio | Saúde | Quem

O medicamento possui efeitos colaterais relacionados a questões digestivas, são eles: diarreia, náuseas, vômitos, constipação, refluxo, gases e sensação de saciedade. Também pode ser que haja perca de vontade de comer doces, frituras e ingerir bebidas alcoólicas. No entanto,  os efeitos tendem a passar com o uso.

Entendendo melhor…

Criado pela indústria farmacêutica Novo Nordisk, o medicamento injetável “Ozempic”, que contém princípio ativo semaglutina, é utilizado no tratamento de pacientes com diabetes tipo 2 que ainda não está controlada.

Em conjunto com dietas e exercícios, nestes casos, o medicamento é eficaz na redução dos níveis de glicose no sangue e dos riscos de complicação de saúde.

Também é aprovado para o tratamento do diabetes e também da obesidade. Além disso, pelo benefício de perda de peso, também pode ser usado no manejo da esteatose hepática (a famosa “gordura no fígado”).

Apesar da recente associação da substância ao emagrecimento nas redes sociais, sua ingestão nunca deve ser realizada sem indicação e acompanhamento médico.

“É importante frisar que existem pessoas alérgicas à semaglutida e outras substâncias contidas no Ozempic. Sendo assim, como todo medicamento, é preciso atenção antes de indicar ou ingerir”, alerta a Dra. Thais Mussi, endocrinologista pela Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM).

Qué es Ozempic y por qué genera tantos comentarios en internet? - The New York Times

Quais são as contraindicações?

O uso do Ozempic não é indicado para todas as pessoas. É indicado, realmente, para pessoas com diabetes tipo 1 e pessoas com cetoacidose diabética, que é uma complicação aguda da diabetes mellitus tipo 1.

Além disso, atenção dos pacientes que apresentem histórico familiar de um tipo de câncer chamado carcinoma medular de tireoide (CMT) ou da síndrome de neoplasia endócrina múltipla tipo 2 (NEM2).

Importante: Ozempic não é insulina. Ou seja, essa medicação nunca deve ser usada como um substituto dessa substância no tratamento de diabetes.

Quem não pode usar?

O medicamento não é recomendado para pacientes alérgicos ao seu princípio ativo ou qualquer outra substância presente na fórmula, bem como:

  • gestantes;
  • lactação (amamentação);
  • idade inferior a 18 anos
  • problemas no fígado ou rins
  • histórico de retinopatia;
  • problemas psiquiátricos;
  • diabetes do tipo 1;
  • cetoacidose diabética;
  • pancreatite;
  • histórico de câncer medular de tireoide (pessoal ou familiar).

Então quem não é diabético não pode tomar Ozempic?

Apesar de ter aprovado a medicação no Brasil para diabetes, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) ainda não autorizou o uso de Ozempic especificamente para emagrecer em pacientes que não têm diabetes.

Como o medicamento age no organismo?

A substância ativa do Ozempic, o semaglutido, é um «agonista dos recetores de GLP-1». Atua de forma idêntica à GLP-1 (uma hormona produzida no intestino), aumentando a quantidade de insulina libertada pelo pâncreas em resposta aos alimentos. Isto ajuda a controlar os níveis de glicose no sangue.

O plano de saúde cobre Ozempic? Saiba mais! | JusVita

Há perca de apetite durante o uso?

Sim. O remédio age no hipotálamo, área que atua na regulação do apetite e diminui a fome. O medicamento também ameniza as contrações naturais do estômago, fazendo com que o alimento demore mais a ser digerido, o que aumenta a sensação de saciedade. Sentindo-se cheio, o paciente come menos.

Depois que eu parar de tomar o medicamento, como não voltar a engordar?

Os endocrinologistas recomendam a prática de atividades aeróbicas e atividades de resistência, como a musculação, rotineiramente. Também é essencial cuidar da alimentação. O indivíduo deve prezar por uma dieta saudável, com menores quantidades de calorias.

Qual o melhor horário?

Quando utilizar Ozempic® • Você deve utilizar Ozempic® uma vez por semana, no mesmo dia da semana, se possível. Você pode aplicar a injeção a qualquer hora do dia – independentemente das refeições.

Há algum substituto do Ozempic?

O Wegovy tem o mesmo princípio ativo (a semaglutida) de outros já aprovados no Brasil: o Ozempic e o Rybelsus. Todos esses três medicamentos são da empresa Novo Nordisk.

Qual a diferença entre Ozempic Injetavel e comprimido?

Rybelsus e Ozempic contêm a mesma droga ativa, semaglutida, mas em formas diferentes. O primeiro vem como um comprimido oral (nas doses de 3, 7 e 14mg). Enquanto o segundo é administrado como uma injeção subcutânea (nas doses de 0,25, 0,5 e 1,0mg por semana).

Como emagrecer com saúde? 

Antes de tudo, se você precisa ou deseja perder peso, busque ajuda de um médico endocrinologista e nutricionista. Eles solicitam diversos exames e indicam os melhores tratamentos para o seu quadro.

O psicólogo também é outro especialista que pode ajudá-lo a reduzir o peso, especialmente em situações de transtornos alimentares que exigem um cuidado redobrado.

E os números provam que, quanto mais cedo procurar por uma solução saudável, melhor.

Comente!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.